Sexta, 31 Julho 2020 12:15

Como o 5G está mudando o Entretenimento?

Camila Arias - Gerente de Marketing Digital da Live Talentos Camila Arias - Gerente de Marketing Digital da Live Talentos

A pandemia acelerou o processo de transformação digital nas empresas no últimos meses, porém, você consegue imaginar uma nova tecnologia que impactará ainda mais sua rotina nos próximos anos?

As redes 5G já estão funcionando em 30 países (de todos os continentes) e estão revolucionando a forma como as pessoas vivem.

As redes 5G redefinem as possibilidades do que podemos fazer com conectividade, principalmente a partir de uma maior capacidade de processamento de informação nas nuvens. Isso vai muito além de apenas conexões mais rápidas, pois mudam a nossa forma de produzir, se relacionar, aprender, consumir e interagir com o mundo. Não é apenas uma questão trivial de trabalho inteligente ou transformação digital: as repercussões no comércio, turismo, medicina, transporte e, principalmente, no entretenimento podem ter um enorme impacto em perspectiva.

 

O surgimento de redes 5G está desencadeando outra onda de inovação, novos players e potencial interrupção no que conhecemos, à medida que o consumo e o entretenimento de vídeo aumentam cada vez mais. 

O primeiro país a adotar foi a Coréia do Sul. Na América do Sul, foi o Uruguai. Até setembro, três operadoras de telecomunicações vão lançar o 5G no Brasil, mas o serviço ainda será limitado e o sinal será ativado somente em alguns bairros de oito capitais. Nesta primeira fase, o usuário terá mais velocidade, mas a experiência completa vem só depois de leilão da Anatel, previsto para 2021.

 

Mas, como o 5G pode mudar o futuro do entretenimento?

Mídia digital e entretenimento são um dos setores que mais se beneficiam com implementação do 5G. Interatividade, digitalização, múltiplas plataformas, vários dispositivos e a globalização do ambiente baseado em serviços irão remodelar a mídia e o entretenimento na vertical, com o serviço sendo a principal alavanca para melhorar as experiências do usuário. O impacto da nova tecnologia 5G será diretamente benéfico para essa tendência, pois estará diretamente relacionado à melhoria da velocidade de nossas comunicações, assim como ao relacionamento entre a mídia e o público.

O 5G irá criar um enorme impacto no futuro do vídeo, permitindo conexões de banda larga em alta qualidade, muito mais rápidas, estáveis e com mais confiabilidade do que os serviços atuais. Com isso poderemos, por exemplo, realizar transmissões ao vivo de vários eventos simultaneamente. 

 

 

La Filarmonica della Scala de Milão usando o Live Streaming com baixa latência e qualidade Full HD.


Graças à parceria com a Vodafone (operadora móvel), a orquestra Filarmonica della Scala de Milão conseguiu transmitir um fim de semana de concertos clássicos sem atrasos e com qualidade máxima em HD em todas as plataformas digitais. Os shows puderam ser acompanhados gratuitamente no site da Filarmonica, no YouTube, Facebook e Instagram. Segundo a operadora, foi a primeira vez que essa tecnologia se aplicou à transmissão de streaming de um concerto.

Podemos, também, observar a consolidação do streaming. Não basta ter um amplo catálogo de conteúdo, também é importante que a experiência do consumidor seja boa, que a pesquisa de conteúdo seja ágil, que a entrega seja rápida e que o fluxo de vídeo não seja interrompido. Não precisamos sonhar e acreditar que isso será daqui a muitos anos, tudo isso já está acontecendo, aos poucos, nos países que contam com a tecnologia. 

Além de receber streaming de melhor qualidade, é possível também receber conteúdo imersivo. Isso engloba experiências digitais profundamente envolventes e multissensoriais usando tecnologias como realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR), através de vídeos em 360º graus e técnicas tridimensionais (3D).

Avanços em carros e transporte conectados

Quando as pessoas pensam em carros conectados, geralmente imaginam se afastar e deixar a IA assumir o controle. No entanto, ainda estamos um pouco afastados de um robô-motorista, tornando-se uma visão cotidiana na maioria das ruas do mundo.

Pensando em mobilidade, através de carros conectados com o 5G oferecendo conectividade mais rápida e confiável para as pessoas em trânsito, é uma ótima oportunidade comercial para o setor de mídia. Imaginem o mundo do streaming identificando os carros como o próximo local para as pessoas consumirem seu conteúdo e provavelmente adaptar também suas ofertas para atrair esses espectadores. 

Realidade aumentada (AR) 

A Realidade Aumentada (AR) está surgindo em festivais de música e eventos esportivos, adicionando aos espetáculos uma dose de fantasia que muda a experiência do público, permitindo-nos, por exemplo, ver um dragão sobrevoando um estádio de beisebol.

 
Dragão de Realidade Aumentada, na abertura do Campeonato de Beisebol, na Coréia do Sul.

 
 

Realidade Aumentada na Coréia do Sul com shows virtuais.

Primeiro país a implementar o 5G, a Coréia do Sul conseguiu através de um aplicativo de realidade aumentada que os usuários consigam dançar com estrelas do K-pop virtualmente, além de poderem assistir também a seus shows. Por meio do serviço, chamado “Musician Live”, os assinantes podem assistir a performances de quase todos os ângulos de câmera possíveis, além de poder dar zoom e ver seus ídolos de perto. 

A Verizon, o Walt Disney Studios, StudioLAB e o ILMxLAB se uniram na transmissão da estreia mundial de Star Wars: The Rise of Skywalker, em Los Angeles (EUA).  Nesta experiência, foi possível sair do cinema e interagir com os soldados Sith em tempo real. Mesmo os atores estando a quilômetros de distância, a interação dos mesmos com o público foi imediata, exemplificando perfeitamente a baixa latência do serviço.

As câmeras de produção da Disney Studios estavam ligadas a dispositivos conectados à rede 5G Ultra Wideband da Verizon. O 5G também foi usado para enviar o vídeo de alta definição vindo das câmeras para o caminhão de transmissão, o que foi essencial para ajudar os produtores da Disney Studios a compartilhar momentos do tapete vermelho durante a transmissão, que estava sendo feita ao vivo nas redes oficiais da Disney no Facebook, no Twitter e no YouTube.

 

 

Em 2019, a Claro e a Ericsson fizeram uma parceria para que o Allianz Parque fosse o primeiro estádio brasileiro preparado para a chegada do 5G. Na ocasião, realizaram uma transmissão holográfica em tempo real que permitiu levar o músico Lucas Lima ao palco do espetáculo Led Zeppelin In Concert, apresentada pela Nova Orquestra.

A ação também contou com uma experiência de Realidade Virtual (VR) através de streaming, no qual o público pôde participar de uma vivência imersiva em meio à orquestra. Usando uma câmera 8K e filmagem em 360°, a tecnologia VR foi instalada entre o maestro Eder Paolozzi e a Nova Orquestra, permitindo assistir em tempo real a movimentação do regente e dos músicos pelo palco. Além disso a experiência em 5G possibilitou que os participantes olhassem pela perspectiva do Eder Paolozzi, tornando o momento ainda mais interativo e dinâmico. 

 

 

Realidade Virtual (VR) 

Nuvem, computação de ponta e 5G serão elementos críticos para alavancar a Realidade Virtual (VR). Com velocidades mais rápidas e a latência mais baixa, processamentos complexos podem ser feitos na própria nuvem, possibilitando que os hardwares foquem mais em produtividade do que em procedimentos de armazenamento.

Transferir grande parte deste processamento intensivo para a nuvem significa, por exemplo, fones de ouvido muito menores, mais poderosos, mais eficientes em termos de energia e baratos, permitindo uma adoção mais ampla da Realidade Virtual, que pode ser ainda mais aprimorada com a Inteligência Artificial (AI) - por exemplo, incluindo mais controle de voz. 

Na Coréia do Sul, um sucesso entre os adolescentes é o “Sing Stealer”, um aplicativo usado através do serviço 5G para aprimorar a experiência de karaokê. Os usuários podem convidar seus contatos para cantar juntos ou gravar uma música usando o aplicativo. O Sing Stealer também avalia as habilidades de canto com a tecnologia de análise vocal em tempo real.

 

Aplicativo na Coréia do Sul para aprimorar a experiência de karaokê. 

Esses foram alguns cases de sucesso que já estão sendo implementados em países com a nova tecnologia e, com certeza, iremos acompanhar ainda uma evolução gigantesca com a melhoria do 5G.

E aí? Você ainda duvida do poder do digital e quer mesmo ficar pra trás dessas inovações?

Você já consegue imaginar como o 5G vai alterar o seu trabalho e forma de você produzir e consumir?

___________

Camila Arias é especialista em marketing digital. Atualmente, é gerente de Marketing Digital da Live Talentos, contando no casting com Chitãozinho & Xororó, Zezé Di Camargo & Luciano, Edson & Hudson, Make U Sweat, Sambô e mais outros artistas relevantes da cena, além da gravadora de música eletrônica Alphabeat Records e em paralelo outros projetos que é convidada. 

Instagram: @camilaariasmartins I Linkedin 

Última modificação em Sábado, 01 Agosto 2020 15:28

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.