Sexta, 18 Janeiro 2019 11:23

Começando do zero - crie sua estratégia digital (parte 2)

Marina Mattoso - CEO Jangada Comunicação Marina Mattoso - CEO Jangada Comunicação

No último texto escrevi sobre os primeiros passos para criar uma estratégia e agora concluo. Contem nos comentários qualquer dúvida ou sugestão de tema para as próximas colunas e ficarei feliz em escrever a respeito!

Recapitulando, no último post falamos sobre definição de objetivo, definição de público-alvo e definição de canais de comunicação. Vamos às próximas etapas:

  1. Definição de metas e ações

Bom, já temos o objetivo, público-alvo e canais de comunicação definidos. Vamos às metas e ações? Toda meta deve ser:

  1. Específica
  2. Mensurável
  3. Atingível
  4. Relevante
  5. Temporal

Exemplos de metas:

- 1ª meta: em uma semana definir um calendário anual de ações para manter sua marca sempre presente e com um conteúdo “hero” (superrelevante) pro seu público-alvo por mês. Essa meta é específica, mensurável (na próxima semana o Lucas deve ter definido um conteúdo superrelevante por mês para os próximos 12 meses), atingível, relevante (essa meta é importantíssima pra alcançar o objetivo do Lucas) e temporal (definimos um prazo pro Lucas realizar esta meta).

As ações pra que ele realize esta meta podem ser: reservar 2-3 horas por dia para se dedicar à planilha de conteúdo anual, levantar todas as datas relevantes para o seu mercado e público-alvo ao longo dos próximos 12 meses (ex.: dia dos namorados, black Friday, carnaval, premiações, aniversário do maior ídolo do Lucas - Djavan, etc.), levantar todos os conteúdos que o Lucas tem na manga pra lançar ao longo deste período, enviar pra análise de seus parceiros (selo, produtor, amigo), etc.

 

- 2ª meta: gravar e editar 12 vídeos nos quais sua música é protagonista dentro de um mês gastando no máximo R$X por vídeo. Ela é específica, mensurável (no final do mês o Lucas deve ter 12 vídeos editados à sua disposição), atingível (o Lucas tem essa verba e a estrutura necessária), relevante (um músico deve ter música em seus canais de comunicação. Se ele postar um vídeo por semana, por exemplo, ele vai ter 3 meses de conteúdo relevante garantidos), temporal (temos a limitação de 1 mês pra produzir todo este conteúdo).

As ações pra realizar essa meta podem ser: analisar o melhor momento pra começar a lançar estes vídeos, analisar as datas nas quais os vídeos serão lançados e ver se esses conteúdos podem ser dedicados às datas (exemplo: pro aniversário do Djavan o Lucas quer veicular uma releitura de “Oceano”), determinar a frequência com que um novo vídeo deve ser lançado, analisar todos os produtos que podem sair deste investimento (além do vídeo completo, por que não incluir no pedido de edição as pílulas pros Stories do Instagram, que devem vir na vertical e ter no máximo 15 segundos? E por que não aproveitar e fazer uma sessão de fotos de divulgação?

Ele também vai aproveitar a estrutura contratada pra fazer uma live com seus fãs no seu YouTube), negociar com um produtor de audiovisual a produção e edição de todos esses materiais dentro do valor e prazo estipulados, definir as 12 músicas a serem gravadas, reservar um estúdio de gravação, etc.

 

- 3ª meta: conseguir mais de 10k seguidores no instagram para poder gerar o link nos Stories antes do mês definido para o lançamento dos vídeos gravados pro YouTube. Essa meta é específica, mensurável (o índice-chave de performance (KPI) do Lucas pra esta meta vai ser o de crescimento de seguidores), atingível (o Lucas já tem 7 mil seguidores e vai, a partir de agora, investir R$X em mídia do Instagram pra conseguir aumentar em mais de 50% o seu crescimento seguidores/mês. Sendo assim, até o mês de lançamento do YouTube ele já vai ter os 10k seguidores), relevante (hoje é possível incluir link nos stories do instagram apenas se você tiver o perfil verificado ou mais que dez mil seguidores. E os Stories são bons geradores de tráfego para o YouTube) e temporal (ele tem um prazo pra conseguir alcançar a meta).

 

     5. Botando em prática

Já estamos com tudo definido, conteúdos prontos pra veiculação, metas e ações alinhadas, Instagram e YouTube repaginados pra um novo momento de carreira. Agora seus canais serão usados apenas pra buscar o seu objetivo. Fotos de família, memes e paisagens que não dizem respeito à sua música já não te interessam mais.

Foque em garantir a frequência de postagens semanal, interagir com seu público através dos canais ativos, manter a produção de conteúdos ricos, pensar em lives e Q&A’s em momentos estratégicos, entrar em contato com amigos e multiplicadores do seu trabalho pra que eles te ajudem em determinadas divulgações, etc. Ah, e se você se sentir sobrecarregado, pesquise por ferramentas que te auxiliem em determinadas ações, como agendamento de postagens.

 

    6. Análise de resultados

O Lucas já tá executando tudo que foi desenhado pros 12 meses dentro dos canais determinados. Mas no dia-a-dia, como ele vai saber se o caminho escolhido está certo? Definindo uma frequência (sugerimos uma vez por mês) pra analisar os indicadores-chave de performance (KPI).

 

 

Se em um determinado período Lucas perceber uma variação muito grande do KPI dele, ele deve buscar minuciosamente o motivo pra tal. Mas é muito importante que Lucas tenha uma amostragem significativa. Isso porque às vezes determinado conteúdo não foi tão bem porque as pessoas estavam em sua maioria na praia. Ou porque o Instagram ficou fora do ar naquele dia. Por isso, tente mais um ou dois conteúdos do mesmo estilo. Se depois disso você perceber que o problema é do conteúdo mesmo, siga pra nossa última fase:

 

    7. Adaptação

Depois de duas semanas  Lucas viu que o melhor post dele foi o post em que ele aparece ensinando a tocar uma música dele no violão. Sabe o que isso significa? NADA rs. Brincadeira, já é um sinal para que o Lucas preste mais atenção neste tipo de conteúdo a partir de agora, mas esse resultado pode ter vindo de um outro fator. Pode ter dado certo porque foi postado numa data comemorativa, como o dia do músico, pode ter sido comentado por uma celebridade, que acabou trazendo seus fãs pro conteúdo, a legenda pode ter chamado atenção... Mas, se depois de pelo menos 3 postagens similares percebermos um padrão no sucesso do engajamento, aí sim temos uma informação e vamos usá-la a nosso favor (lembrando aqui que o post em questão está alinhado com o objetivo do Lucas. Se fosse uma foto dele com sua filha no colo, não implicaria em nada).

Depois de perceber que este é o melhor tipo de conteúdo postado até agora, o Lucas vai rever seu calendário de conteúdos e encontrar outras oportunidades de incluir este tipo de postagem. Análises de resultados também podem sair do online para o offline. Por exemplo, você pode mostrar pra sua gravadora/selo/empresárix/produtor que existe uma demanda por um show seu com base em comentários das redes sociais e dos vídeos no YouTube.  

Vocês perceberam que neste passo-a-passo, além de dicas do que fazer, eu dei também muitas restrições. É muito importante, principalmente neste início, não se distrair por questões secundárias ou que não contribuirão de nenhuma forma pra conquista do seu objetivo. Uma vez alcançada uma estrutura organizacional e também financeira satisfatória, novos planos podem ser trabalhados.

Espero ter contribuído um pouquinho para uma longa e frutífera carreira musical. Até a próxima.

 

Aquele abraço!

__________________

 

Marina Mattoso atualmente CEO da Jangada Comunicação, agência focada em Planejamento Estratégico e Marketing de Conteúdo que tem "a bordo" artistas como Gilberto Gil, Adriana Calcanhotto, Maria Rita, Daniel Boaventura, Pretinho da Serrinha, entre outros.

 

 

 

Última modificação em Quinta, 17 Janeiro 2019 23:33

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.