Segunda, 17 Junho 2019 18:22

Streaming, voz e tecnologia: entenda como o mercado de alto-falantes inteligentes cria uma nova dinâmica para a indústria musical Destaque

Escrito por Redação MM
Avalie este item
(0 votos)
Streaming, voz e tecnologia: entenda como o mercado de alto-falantes inteligentes cria uma nova dinâmica para a indústria musical Pixabay

Considerado uma das maiores potências da indústria musical, estima-se que o mercado de alto-falantes inteligentes (Smart Speakers) atinja a marca de US$ 7 bilhões (R$ 27,5 bilhões) em 2019, tornando-se a categoria de dispositivos conectados que cresce mais rapidamente no mundo, de acordo com a consultoria Deloitte Global.

Diante de um mercado tão rápido quanto o digital, não é nenhum exagero dizer que o futuro começa hoje. Se até ontem a música tomava conta dos Juxebox, discman's, vitrolas e afins, hoje, temos um mercado em ascensão para os alto-falantes inteligentes que apenas como um comando de voz, podem executar a música que o ouvinte deseja ou sugerir uma playlist, por exemplo.

Pensando nisso, o Mundo da Música inicia hoje uma série de matérias especiais sobre os alto-falantes inteligentes estão criando uma nova dinâmica para a indústria musical.

De acordo com as descobertas da MediaTech Trender Survey da Nielsen, uma pesquisa de acompanhamento trimestral divulgada em novembro de 2018 voltada para percepções de dispositivos e serviços emergentes que estão moldando o uso de mídia hoje, os alto-falantes inteligentes (por exemplo, Amazon Echo ou Google Home) são uma tecnologia interativa que oferece aos consumidores , capacidades de ponta.

Das casas dos EUA que têm um alto-falante inteligente, quatro em cada 10 têm mais de um dispositivo em casa. Além disso, 62% dos proprietários de alto-falante inteligente começaram a usar o dispositivo nos últimos seis meses, com 45% planejando comprar mais dispositivos para sua casa.

Mas, mesmo com serviços futuristas e inovadores disponíveis na ponta dos dedos, os usuários de alto-falantes inteligentes ainda usam seus dispositivos para ouvir áudio; quase todos (90%) dizem que ouvem música no alto-falante em uma semana típica, enquanto 68% ouvem notícias.

 

 

Apesar de os usuários usarem predominantemente os alto-falantes para áudio, eles não estão negligenciando a tecnologia inovadora desses dispositivos. Comandos de voz, um componente chave e capacidade de marcação de alto-falantes inteligentes, são altamente utilizados.

Cerca de 81% dos usuários relatam o uso de pesquisas por comando de voz para informações em tempo real, como condições climáticas e de tráfego, durante uma semana típica.

Ao procurar por informações factuais, como respostas a curiosidades ou fatos históricos, 75% dos usuários relatam usar o alto-falante inteligente em uma semana típica. Os usuários também desfrutam de alto-falantes inteligentes para seus recursos mais peculiares, porém de ponta: 68% deles usam o dispositivo para conversar com o assistente de voz por diversão.

Embora ouvir música em um alto-falante inteligente possa parecer um comportamento simples, o estudo do segundo trimestre revela que a maneira pela qual os usuários acessam a música pode ser bastante complexa.

A capacidade de um alto-falante inteligente de sincronizar com vários dispositivos, bem como utilizar uma ampla variedade de aplicativos, oferece aos usuários o poder de escolha em seus hábitos de mídia.

 

Ao olhar para dispositivos que os usuários geralmente sincronizam com seus alto-falantes inteligentes, os telefones celulares são mais usados, com mais de um terço dos usuários vinculando os dois dispositivos.

Os telefones inteligentes alcançaram o ponto de onipresença, com 90% dos domicílios de TV tendo acesso a um smartphone de acordo com o Relatório de Audiência Total Q1 Nielsen.

Sua propensão a ser sincronizada com alto-falantes inteligentes não deve ser uma surpresa, já que muitos telefones agora são usados ​​por uma quantidade aparentemente infinita de maneiras - incluindo a reprodução de músicas.

No entanto, os telefones celulares não são a única maneira pela qual os usuários podem reproduzir suas músicas favoritas por meio do alto-falante inteligente: os aplicativos de streaming de áudio são o aplicativo mais provável a ser sincronizado com o dispositivo (53% dos usuários). Em 52% dos usuários, os aplicativos de compras ficaram em segundo lugar.

 

 

No geral, a crescente adoção de alto-falantes inteligentes é uma tendência para manter o controle. No segundo trimestre de 2018, 24% dos lares possuíam um dispositivo de alto-falante inteligente, de acordo com o MediaTech Trender (acima de 22% no primeiro trimestre de 2018).

Ao dividir o uso durante um dia típico, as pessoas gastam mais tempo usando seus alto-falantes inteligentes no final de semana (média de 72 minutos no total) do que no dia da semana (média de 65 minutos no total).

O uso também aumenta ao longo do dia, independentemente de se tratar de um fim de semana ou um dia de semana, com pico de uso até tarde da noite.

Pra você, esse mercado ganhará cada vez mais adeptos? Seguiremos com o nosso especial de matérias sobre Alto-falantes inteligentes (smart speakers) em breve.

Última modificação em Sexta, 05 Julho 2019 15:21

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.