Quinta, 19 Março 2020 19:30

Twitter reúne recursos e sugestões para comunicação de marcas em tempos de crise Destaque

Escrito por Redação Mundo da Música
Avalie este item
(0 votos)
Desde o surgimento e subsequente surto do COVID-19, houve milhões de Tweets e Retweets sobre o vírus em todo o mundo. Desde o surgimento e subsequente surto do COVID-19, houve milhões de Tweets e Retweets sobre o vírus em todo o mundo. Reprodução

Não há dúvidas de que enfrentamos algo inédito e sem precedentes. Este assunto é global, sem previsões e já afeta marcas, negócios e indivíduos, na música, não é diferente.

Iniciativas já estão sendo tomadas no universo musical e em meio à um período de incertezas, lembremos que antes de tudo, existem pessoas e que a empatia deve ser fundamental.

O Twitter reuniu uma série de recursos e práticas de comunicação de marcas para esse tempo de crise.

De acordo com a empresa, há um Tweet relacionado ao COVID-19 a cada 45 milissegundos e ‎‎já é agora a segunda hashtag mais usada em 2020.

Esses volumes refletem o enorme anseio das pessoas em ver e compartilhar notícias e informações relacionadas ao vírus a cada novidade sobre o assunto.

"Sejamos claros. Esta não é uma "oportunidade de marketing" a ser aproveitada, e não recomendamos que as marcas se conectem de forma oportunista a um momento de emergência de saúde pública.

No entanto, queremos reconhecer que essa é uma nova realidade e requer uma condução cuidadosa de todos nós.

Também sabemos que o Twitter é uma plataforma que desempenha um papel significativo nas comunicações em tempos de crise e pode ser uma ferramenta poderosa para você se comunicar com seus clientes, funcionários e um ecossistema mais amplo em momentos como esse.

Portanto, embora essa não seja uma crise típica, gostaríamos de compartilhar os conselhos que damos em circunstâncias difíceis", diz o comunicado do Twitter, que possui o mesmo pensamento e propósito do Mundo da Música.

As dicas do Twitter podem ser facilmente aplicadas para qualquer negócio da indústria da música e refletem a importância que os profissionais da música devem dar para a comunicação e quanto ela deve ser verdadeira.

 

Confira abaixo as principais dicas fornecidas pela plataforma.

 

O que é adequado para minha marca agora?

 

Conheça sua marca

Não se trata de olhar para o que os outros estão fazendo e copiá-los.

Trata-se de entender o papel único que sua marca desempenha na vida das pessoas, como isso mudou e de que forma sua marca pode ajudar ou ser útil durante essa crise, aponta o Twitter.

Trata-se também de encontrar espaço para liderar pelo exemplo e fazer a coisa certa onde faz sentido para o seu negócio.

Na música, podemos perceber iniciativas como festivais de música online e aqui no MM publicamos sobre o Jornal O Globo e a Universal Music e GTS.

 

Mantenha-se atualizado com o que está acontecendo

As coisas estão mudando rapidamente - o que pareceu uma boa mensagem ontem pode não ser a melhor hoje.

Fique de olho nas notícias e nas conversas e considere o contexto antes de responder ou transmitir qualquer conteúdo. E note que, às vezes, é melhor não dizer nada.

Ao usar o Twitter, a plataforma possui um prompt que direciona as pessoas que pesquisam conteúdos sobre o Coronavírus para informações precisas dos órgãos locais relevantes (por exemplo, ).

Isso ocorre em 64 países e 20 idiomas. Além disso, o Twitter colocou os conteúdos mais importantes no topo dos resultados da busca e das páginas iniciais.

 

Seja atencioso com o tom de suas mensagens

Assim como as pessoas, as marcas devem desenvolver o tom de suas mensagens dependendo do contexto.

Agora pode não ser o melhor momento para ser sarcástico, enquanto empatia, compreensão e até certos tipos de humor podem ter mais aceitação.

Um dos Tweets relacionados ao COVID-19 mais compartilhados ilustra bem a importância do tom da mensagem.

Nele, Kumail Nanjiani convida as pessoas a pensar em quem pode ser mais vulnerável ​​ao vírus.

Como fazer isso do jeito certo? A melhor maneira é ouvir o que as pessoas e clientes estão dizendo - e refletir isso na sua mensagem e tom adequadamente, aponta o Twitter.

 

Antecipe mudanças no comportamento do seu cliente

Como as pessoas estão potencialmente sendo solicitadas a se auto-isolarem ou ficarem em casa, haverá diversas mudanças de comportamento que podem impactar suas necessidades e a forma pela qual interagem com seu negócio.

Já vimos festivais online de música, lives de artistas, colaborações e inúmeras outras iniciativas online e gratuitas.

Existem outras mudanças no comportamento do consumidor que foi analisada pelo Twitter ao observar a China.

  • Crescente adoção do comércio eletrônico. Para marcas de varejo: fique à frente disso, garantindo que você esteja preparado para oferecer suporte às mudanças nas necessidades dos clientes e nos pontos de conexão;
  • Crescimento significativo nas transmissões ao vivo. Como diversos eventos foram cancelados e lojas de varejo foram fechadas na China, pessoas e empresas começaram a utilizar transmissões ao vivo;
  • Sabendo que isso pode acontecer em outro lugar, pense em como esta forma de comunicação pode ajudá-lo a estender os eventos ao vivo já planejados (sem a presença do público) ou a se conectar com seus clientes.
  • No media.twitter.com há mais informações sobre o estúdio de marcas e como isso poderá ajudar.

 

Do que as pessoas podem precisar agora?

Abaixo estão os tipos de coisas que o Twitter percebeu que as pessoas procuraram em tempos de crise e que podem ser especialmente relevantes nesse momento.

A empresa não está afirmando que você deve fazer tudo isso, mas essas são eventuais necessidades nas quais você, profissional de Comunicação e Marketing, poderia pensar.

 

Informações precisas e confiáveis

Em tempos de crise, as pessoas buscam informações confiáveis.

Vimos que as pessoas verificadas no Twitter têm uma probabilidade 2,4 vezes maior de participar de conversas sobre COVID-19 do que as pessoas não verificadas e 75% dos Tweets relacionados ao COVID-19 são, na verdade, Retweets.

Em outras palavras, o principal método de compartilhamento de informações durante um período de crise é o Retweet.

Quando se trata de definir políticas e apoiar seus funcionários nesse período de incerteza, há realmente uma oportunidade de liderar pelo exemplo e fazer com que outras empresas sigam seus passos.

 

Atendimento ao consumidor e suporte

Inúmeros negócios na música são impactados diretamente, principalmente, os menores.

O Twitter aponta que é importante ouvir e entender as preocupações de seus clientes e resolvê-las da melhor maneira possível. Demonstrar que está fazendo o seu melhor em tempos de incerteza pode significar muito.

Se você não está diretamente afetado, mas tem algo significativo a oferecer (que seja genuíno à sua marca), considere compartilhar.

Por exemplo: iniciativas dentro do mercado da música, além de dicas de playlists de novos artistas e antigos artistas, curtir e comentar nas páginas dos artistas e bandas também são boas ações.

 

Distração e leviandade

Em tempos como este, quando o ciclo de notícias pode ser intenso, um pouco de distração e entretenimento pode ser positivo.

A realidade é que, na média, a página inicial do Twitter é uma mistura de notícias, informações e interesses.

De fato, desde 1º de janeiro, os Tweets relacionados ao COVID-19 representam apenas 1% do total de Tweets publicados no Twitter.

Em outras palavras, as pessoas no Twitter estão alternando entre atualizações sobre o COVID-19, enquanto continuam seguindo eleições, notícias, esportes, TV e entretenimento e piadas diárias.

Desde que você seja cauteloso com sua mensagem e tom, pode contribuir. Lembre-se de que é melhor permanecer quieto e genuíno à sua marca do que se associar ao vírus.

 

Comunidade e positividade

Como seres humanos, estamos programados para buscar conexão. Embora as medidas de distância social ofereçam proteção e segurança, elas causam um impacto significativo em indivíduos, comunidades e no mundo em geral.

Diante da quarentena doméstica, testemunhamos belos momentos de conexão vindos da China, mostrando a importância da positividade e da conexão nesse momento.

Também vimos histórias positivas não relacionadas ao COVID-19 capturarem a atenção das pessoas porque coisas boas continuam a acontecer, apesar do contexto no momento.

As marcas devem continuar a se conectar e celebrar esses momentos, como e quando apropriado. Isso pode se aplicar a eventos, tendências e ocasiões que vão do Dia Internacional da Mulher () a esportes, estreias de TV e cultura.

Para que você possa começar a se comunicar durante esse período, faça algumas perguntas:

 Você pode compartilhar histórias positivas que podem animar as pessoas que se conectam à sua marca?

Você tem iniciativas positivas sobre as quais pode falar?

Você pode reunir sua comunidade nas Redes Sociais de maneira positiva?

 

O momento é esse. Os profissionais da música estão com ações que mostram, cada vez mais, que a música não é um só indivíduo, mas, um coletivo.

São inúmeros profissionais que fazem a música acontecer, dos palcos aos bastidores, cada um como uma realidade distinta.

Na sociedade, acompanhamos iniciativas de empresas que visam o bem comum e não atitudes mesquinhas e tentando aproveitar de um momento de fragilidade.

Essa crise irá passar - esperamos que o mais breve possível - mas, o que você faz, mais do que nunca, será guardado na memória de muitos, além de fazer a diferença.

O mundo é feito de música e a música é feita de gente.

Sejamos a diferença.

Última modificação em Quinta, 19 Março 2020 22:28

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.