Domingo, 06 Outubro 2019 16:10

Roberto Medina assina acordo de intenção com governo do Chile para realização do Rock in Rio Santiago Destaque

Escrito por Redação MM
Avalie este item
(0 votos)
Roberto Medina, Presidente Rock in Rio; Felipe Araya, diretor da Rock Santiago; Karla Rubilar Barhahona autoridade chilena Roberto Medina, Presidente Rock in Rio; Felipe Araya, diretor da Rock Santiago; Karla Rubilar Barhahona autoridade chilena Luiz Sontachi/Rock in Rio

O presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, assinou ontem (5) um acordo de intenção para realização de uma edição do maior festival de música e entretenimento do mundo em terras chilenas em 2021.

Depois de exportar o Rock in Rio, evento nascido no Rio de Janeiro, em 1985, para Portugal, onde é realizado até hoje, Espanha e Estados Unidos, o evento agora pode aterrissar em um novo país da América do Sul.

O documento, assinado também pelo empresário, Felipe Araya, diretor da Rock Santiago, prevê, entre outros, o compromisso da apresentação, por parte do festival, de todos os documentos solicitados pelas autoridades do país e a entrega de um cronograma de trabalho para órgãos públicos e privados. 

Já as autoridades chilenas – representadas pela Intendente da Região Metropolitana e Presidente do Diretório da Corporação Regional do Território Territorial e Turismo da Região Metropolitana, Karla Rubilar Barhahona – afirmaram o valor de ter a cidade de Santiago como possível destino do Rock in Rio.

A partir do acordo, eles se comprometem a oferecer as condições adequadas para que a realização do festival se concretize, incluindo a mediação com diferentes entidades, bem como uma parceria público-privada na busca pelo local mais adequado para a edição chilena do Rock in Rio e funcionários técnicos que possam contribuir para o avançar do projeto, entre outros.

Caso a realização do Rock in Rio seja confirmada, as partes concordam em assinar um documento detalhado com suas obrigações e compromissos para o festival.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.