Segunda, 05 Agosto 2019 12:20

Casa de Música 'Escuta as Minas' do Spotify está com inscrições gratuitas abertas; saiba como participar Destaque

Escrito por Redação MM
Avalie este item
(0 votos)
Casa de Música Escuta as Minas Spotify Brasil Casa de Música Escuta as Minas Spotify Brasil Reprodução/Spotify Brasil

A Casa de Música 'Escuta as Minas' promovida pelo Spotify Brasil está com inscrições abertas. A participação é gratuita e está disponível até o dia 28 de agosto. Clique aqui para realizar o cadastro.

O projeto feito por mulheres e para mulheres, nasceu pra facilitar a troca entre artistas em ascensão com produtoras que já conquistaram espaço no mercado, grandes nomes da música nacional e toda uma rede que vai apoiar novos talentos em diversas áreas da indústria, de acordo com o comunicado da plataforma.

As primeiras 12 artistas já estão gravando na casa e agora o streaming irá selecionar mais artistas/bandas para gravar.

Na casa há um espaço de produção musical com estúdio pronto para receber novos talentos, produzir músicas, uma por artista, uma por semana. Nessa estrutura estão presentes produtoras, equipe técnica e todo o suporte que você pode precisar para gravar sua música.

Confira o regulamento e os critérios de seleção aqui.

 

Quais são os critérios para participar?

  • É preciso se identificar com o gênero feminino;
  • Morar na Grande São Paulo;
  • Ser artista solo ou uma banda;
  • Ser artista ou banda em começo de carreira;
  • Ter um trabalho autoral (ter pelo menos uma música de composição própria);
  • Ter uma semana para se dedicar ao projeto e às gravações dentro da casa (de segunda a sexta das 10h às 17h - dias a definir).

 

E quanto custa?

A gravação do seu single é por conta do Spotify.

Qualquer música criada dentro do estúdio da Casa de Música é sua e de quem mais fez ela com você, o Spotify não terá nenhum direito sobre ela.

Preencha o formulário até dia 28/08/2019. Clique aqui para se inscrever.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.